sexta-feira, 30 de maio de 2008

No jardim da madrugada

No jardim da madrugada

ah... a paixão, a paixão...
tomou conta de mim
bonita, me senti beldade
de minha pele, transbordava... prata

em minha suavidade... te prendi
com as pernas desnudas, com as pernas ‘vestidas’
com pernas fortes...

de sua saliva... bebi...
me senti assim, [naquele décimo de segundo]
plena de mim... e de ti

de seus grunhidos e silêncios
ficaram o sossego tinindo em meus tímpanos
desatinando o vazio que havia em mim
...

Nenhum comentário:

eXTReMe Tracker

Marcadores