sexta-feira, 30 de outubro de 2009

Se necessário for



se necessário for
sobrevoo minha angústia
apanho flores no quintal
recolho-me em fitas
desdobro-me em rappel

se necessário for
nem te peço boa noite
uso minha imaginação
com o som da ilusão
e escuto-te

se necessário for
amanheço igual à flor
com gotas de orvalho
[na face]


by Solange Mazzeto
desconheço a autoria da imagem

4 comentários:

Regina Fernandes disse...

Lindas imagens poéticas que têm o poder de ir lá no fundo da alma!

Bjs

Sole disse...

Bom seu comentário Regina, valeu viu!

bjão

Victor Gil disse...

Querida amiga SOLE.
Ou não chegou aí,então não publicou o meu comentário. Mas acho que fez bem e vou explicar porque. O poema que eu vi publicado resumia-se apenas à última parte do poema, ou seja:

se necessário for
amanheço igual à flor
com gotas de orvalho
[na face]

Por isso o meu comentário era só relacionado com estas poucas palavras. Não sei o que se passou mas foi mesmo isto só que me apareceu.
Depois desta explicação, resta-me apenas dizer que: Tens poesia dentro de ti. Lindo.
Um beijo e se necessário for, também um grande abraço.
Victor Gil

Sole disse...

Victor, foi o seguinte, eu tinha feito o poema todo e resolvi colocar aqui só a última estrofe [que foi a que vc viu e comentou]

mas, depois reli o poema, gostei dele resolvi tirar aquele que só tinha uma parte e coloquei o poema inteiro, foi isso que ocorreu

obrigada e desculpa ter deixado vc quase ' a ver navios', pois, pois, [risadas]

eXTReMe Tracker

Marcadores