terça-feira, 9 de dezembro de 2008

Outros tempos

o coração embalado em mantas douradas
tece sonhos de felicidade
de recordações íntimas
que faz bordados em lençóis
de seda

o abraço, o perfume do pescoço
a âncora de desejos
a maciez da fala
tece tristezas emaranhadas, no laço
da solidão

a falta do romancear
da língua
que fazia o corpo delirar
já não tem o mesmo destino
já não percorre o mesmo caminho
...
outros tempos
...


texto by Solange Mazzeto

2 comentários:

Regina Fernandes disse...

"o coração embalado em mantas douradas"... Magnífico!
Beijo grande amiga.
Linda sexta

Sole disse...

oi Re, só vi hj seu comentário, gostoso deixar-se embalar assim né!

bjão querida

eXTReMe Tracker

Marcadores