sábado, 2 de maio de 2009

Poema doce



desejo um poema doce
que escorra mel
onde a delicadeza, se mescle com a reverência

calada no seio da noite
percorro lábios
acho vogais

meu corpo se vai
num trem sem saída
num labirinto de junco

alcanço tua atmosfera
recrio tua selvageria
arrepio nos lençóis macios

teu corpo inebria minha vista
meu paraíso é você
é você
meu paraíso é você
você


by Solange Mazzeto

3 comentários:

Regina Fernandes disse...

Também quero um poema doce para um doce amor....
Saudades amiga.
Bjs e lindo domingo.

Victor Gil disse...

Olá querida amiga.
Já tinha saudades das tuas palavras, como sempre doces.

Eu também quero um poema doce,
ou uma canção de amigo.
Uma canção que transporte,
palavras que estão comigo.

Beijos
Victor Gil

Que bom ter as minhas duas primeiras seguidoras e amigas mais queridas, aqui em sintonia.

citadinokane disse...

Eu quero esse doce... quero mesmo!
beijos,
Pedro

eXTReMe Tracker

Marcadores