terça-feira, 18 de novembro de 2008

Cisma de amor




lisos campos de marfim
um vaso de barro
o tamanco solto ao pé
um sino de sol irradiando luz
a lembrança tua guarnecida no piso do assoalho
a colher guardada na gaveta
tua fragrância em minha nádega
tudo foi cisma e tudo foi amor
agora eu canto ao vento
as palavras represadas
te toco em alucinação
desmaio ao sabor do coração
[que falha sem escutar o teu]




by Solange Mazzeto



autoria da imagem by Willian Bouguereau

4 comentários:

fred disse...

Ótimo.
Beijos

Solange Mazzeto disse...

Brigada Fred

bj

Regina Fernandes disse...

Lindo Solange!
Um sino de sol irradiando luz é lindo!
Bjs querida
Bom domingo
Regina

Sole disse...

Re, tem tantas coisas lindas né... uma delas é isso um sino e luz, bj

eXTReMe Tracker

Marcadores