terça-feira, 11 de novembro de 2008

É necessário

é necessário amar com os olhos fechados

o coração meio drogado

com a alma translúcida

e com a boca a dizer

...

todo tipo de tolices...

de toda ordem, de todo grau

de toda fantasia

...

é necessário conhecer poesia

cantar uma melodia

sentar no banco do jardim

...

é necessário olhar a lua

e fluir entre as janelas que descortinam à vista

lembrar de contos antigos

iluminar o outro com um sorriso

...

é necessário

relembrar fatos passados

corrigir a cisma

retomar a alegria


...

é necessário ser útil no mundo

não igual

nunca igual

mas meio que [in]diferente, meio que distante

... do ontem...

é necessário... então amar...



by Solange Mazzeto

2 comentários:

fred disse...

Belo poema, Solange.
Beijos

Solange Mazzeto disse...

Valeu Fred :))

bj

eXTReMe Tracker

Marcadores