sábado, 26 de julho de 2008

Fiz um dia... um lar




fiz da minha casa um lar, onde tinha pudim na geladeira e batatas pra fritar
tinha ainda no quintal um pé de amora, e um banco pra sentar
e das plantas um jardim e um pomar
de repente, não mais que de repente, um cheiro forte de éter
desanuviou a terra e o mar
do dia fez-se breu
uma torrente de latim, me ensurdeceu
camadas de folhas meu mundo derreteu
e tudo aconteceu
não mais o ânimo ganhou vida
emudeceu o pássaro na janela de minha rima
e o mundo do meu lar
desapareceu...


desconheço a autoria da imagem

escrita by Solange Mazzeto

Nenhum comentário:

eXTReMe Tracker

Marcadores