domingo, 3 de agosto de 2008

Voando




pela liberdade de livres vôos
sublimo o que chamo de doçura
um enroscar de dedos nos dedos, uma carícia pra inovar o cerebelo
uma campainha pra ligar...
voando fico a te lembrar
os cachos, os lábios, o encaixe...
vida breve, vida breve, vem agora e não me leve... pro altar


texto by Solange Mazzeto
desconheço a autoria da imagem

Nenhum comentário:

eXTReMe Tracker

Marcadores